Profetiza, e dize aos pastores: Assim diz o Senhor DEUS: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não devem os pastores apascentar as ovelhas? Ez.34:2. Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto, diz o SENHOR.

31 de dez de 2010

A Bíblia dos Hernandes

Até o macaquinho está de cabelo em pé. Já não basta as heresias e escândalos cometidos por esse casal e ainda inventam de ter a "própria" bíblia? Quem em sã consciência compraria uma coisa horrenda dessa? Ninguém! O problema é que não tem ninguém com sã consciência nessa igreja - e estou duvidando se tem na SBB! - a consciência deles estão cauterizada pelo pecado. Quando olho para "minha" Bíblia, que é uma corrigida fiel, vejos os verdadeiros apóstolos presos mas por razões diferentes. Presos por pregar o evangelho. Presos por se negarem a parar de pregar o evangelho. Presos por causa de perseguição ao cristianismo, etc. Mas nunca vi um deles preso por sonegar impostos. Não vi nenhum deles ser despejado por falta de pagamento de aluguel. Não vi nenhum deles pregar heresias. Sabe por quê? Por que eles aprenderam com o Mestre. Aprenderam a dar a Cesar o que é dele e a Deus o que é Do Senhor. Aprenderam a não amar o dinheiro, como o Iscariotes e vários outros. Aprenderam a pregar o evangelho sem distorções - mesmo que fosse um anjo que falasse. Mas uma vez o casanarocha denuncia esses apóstolos do diabo que só tem como missão, matar, roubar e destruir. Se você é crente e esse post foi importante, então busque na Bíblia quem tem razão: eles ou Deus.
p.s. qualquer dia desses a SBB lança a Bíblia Papel Higiênico!

29 de dez de 2010

Lazer no Parque Aquático - batizando o populacho.

Vivemos na era do entretenimento. Há muito tempo Satanás descobriu que o entretenimento é a melhor forma de manter a igreja longe da sua principal missão. Infelizmente aqui não podemos tratar como igreja, pois essa bola pode ser tudo, menos igreja. Mas como se autodenomina igreja, vamos tratá-la como tal e mostrar que as suas práticas mundanas são completamente antibíblicas. São pastores entretendo bodes e cabras, apascentando-se a si mesmos. A primeira característica de uma falsa igreja é tratar as coisas de Deus com desprezo, zombado delas. Não é isso que fizeram ao criar o toboágua batismal? Outra característica de uma seita diabólica é argumentar como fez o diabo com Eva ao tentar mostrar que isso é bom, e que não vai causar nada de mal. Que é que tem de mais se batizar assim? Jesus se tivesse aqui hoje faria o mesmo, Ele ia dizer: Aê primo João, quero ser batizado é ali naquele toboágua que é mais radical, copiou? Não foi isso que a falsa pastora (só em ser pastora já é falso) falou: " jesus hoje levaria seus discípulos para a balada!?!?"
Ainda existe gente que defende a Bola de Neve. Realmente a "igreja" já vive na era do entretenimento há muitos séculos. E os "pastores" que gostam de entreter precisam realmente criar algo novo para movimentar o populacho. Senão ele chora e reclama a falta de alho do Egito. E vai querer voltar pra lá.
sugestão para o pseudopastor Rina: que tal a Ceia do Senhor com CACHORRO QUENTE E FANTA UVA?

28 de dez de 2010

A mão de Iscariotes.

É muito lamentável ver esse tipo de coisa dentro da "igreja" de Deus. Exatamente o que fala I Coríntios é o que está sendo feito por esses "crentes". Não há um sábio entre vós? Parece que não. Levar aos juízes mundanos os próprios "irmãos"? E esse pastor - vou enquadrá-lo na tag "pega ladrão", se for inocente eu apago! Cadê as contas? As prestações de contas? Pai e Filho? 15 milhões? Silêncio? Seguranças? Carros? Moradia de luxo? Isso é um pastor ou um assessor do Lula? É claro que defendo que a igreja deve pagar bem aos presbíteros que se afadigam na Palavra, e dobrado! Mas não é o caso pelo que tenho visto aqui. E a igreja está completamente errada ao dar moradia de luxo e carros e seguranças para um pastor. Deus não é a sua segurança? Não basta ter o seu próprio carro? Uma vida de luxo é incompatível com a vida e testemunho cristão. Mas a Assembleia quer ser parecida com a Universal então tem que fazer isso mesmo. O pastor é que tem que explicar muita coisa a justiça. Em primeiro lugar à justiça de Deus! Que Deus tenha misericórdia dessa tal de Assembleia... de Deus?!

20 de dez de 2010

Pega Ladrão!

Preso em São Borja o estelionatário suspeito de enganar vítimas em 12 Estados. O homem se passava por pastor e chegou a montar 146 igrejas no país.

O homem chegava nas cidades, montava uma igreja e pedia doações para os fiéis, alegando que usaria o dinheiro para projetos sociais. Depois de pegar o dinheiro fugia e trocava de nome. Ele ficava, em média, um ano em cada município.
O projeto atual do falso pastor era abrir uma faculdade de teologia em São Borja.
Segundo o delegado Luiz Nestor Martins Contreira, o falso pastor foi descoberto após gerar desconfiança nos fiéis.
A identidade do farsante só foi descoberta com as impressões digitais. Sabino Saldanha já havia utilizado ao menos cinco nomes diferentes, entre eles Laércio Alves da Silva, identidade usada na Fronteira Oeste.
O falso pastor tinha mandados de prisão decretados no Acre, em Rondônia, no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Sul. Sabino Saldanha foi encaminhado ao presídio de São Borja.

4 de dez de 2010

Pela manhã semeia a tua semente e à tarde não retires a tua mão. Ec.11:6

Pela manhã semeia a tua semente e à tarde não retires a tua mão. Ec.11:6.  Ao lermos esse versículo podemos aprender muitas verdades espirituais para aplicarmos ao nosso evangelismo. A primeira verdade espiritual é que semear exige obediência à Palavra de Deus. Deus diz: - Semeia a tua semente. Cada crente tem essa missão! É a tua semente. Sabemos que é uma obrigação nossa. O apóstolo Paulo expressa essa verdade em 1 Co.9:16 “Porque, se anuncio o evangelho, não tenho que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação, e ai de mim, se não anunciar o evangelho.
Por outro lado, o apóstolo sabia que além de obrigação era uma graça de Deus! Ele diz isso em Ef.3:8 “A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça, de anunciar entre os gentios, por meio do evangelho, as riquezas incompreensíveis de Cristo.” Ele era o que era pela graça de Deus. I Co.15:10. O apóstolo sabia que era o maior privilégio que um homem podia receber nessa vida e expressa isso em 2 Co.5:20 “ De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus.
A segunda verdade espiritual é que semear exige trabalho. Semear não é uma atividade fácil, exige esforço físico também. É preciso um trabalho perseverante. O pregador diz no versículo duas expressões que denotam tempo: “pela manhã” e “pela tarde”! Precisamos perseverar por toda a nossa vida. V.6.
Temos trabalhado pela manhã e pela tarde? O pregador diz que devemos nos lembrar da noite também. Certamente suave é a luz e agradável é aos olhos ver o sol. V.7, porém, devemos nos lembrar dos dias das trevas. V.8. Jesus disse que a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. Jo.9:4. No versículo 9 Deus diz que trará a juízo todas as coisas. Nós os crentes vamos nos arrepender de ter vivido como o jovem que andava pelos caminhos do seu coração e não se dedicou a Deus.  Em Ec.3:15 vemos que Deus pede conta do que passou.I Co.3:13-15) Moody foi um pregador perseverante. Ele fez um voto com Deus de pregar o evangelho a pelo menos uma pessoa por dia. Depois de um dia de muito trabalho, ele se lembrou que não havia cumprido a promessa daquele dia. Já na cama, no frio inverno, tarde da noite, ele foi tentado a dormir sem cumprir sua promessa. Mas, jamais poderia fazer isso, falhar com Deus. Levantou-se, agasalhou-se e saiu. Encontrou apenas uma pessoa na rua e pregou para ela. O homem se converteu! tornou-se um bom professor da Escola Bíblica. 2 Co.8:23.
É preciso também um trabalho exaustivo. “A tarde não retires a tua mão.” V.6. não podemos ter descanso em nossa missão. No cristianismo não existe férias, nem feriado prolongado. Mas infelizmente muitos de nós crentes vivemos como estivéssemos sempre de férias. Jesus diz em Jo.5:17: “- Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. O apóstolo Paulo agradeceu a muitos crentes que se esforçaram sobremaneira na obra de Deus. Em Rm.16:6, vemos que Maria trabalhou muito por nós; assim como a amada Pérside, v.12, e Trifena e Trifosa ´mulheres incansáveis na obra de Deus. O próprio apóstolo é exemplo dessa verdade espiritual. Deus diz que ele trabalhou muito mais do que todos eles. I Co.15:10b. O apóstolo diz: “Não eu, mas a graça de Deus que está comigo. Podemos nos dedicar ao trabalho do Senhor de forma perseverante e incansável, pois Deus promete Sua graça a cada um de nós, até a consumação do século.
A terceira verdade espiritual é que semear exige dependência de Deus. V.6. Não podemos nos enganar achando que se formos obedientes a nossa missão e trabalharmos com persistência e disposição teremos grandes resultados em conversões. É Deus quem dá o crescimento. Segundo I Co.3:6,7, nem o que semeia é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus que dá o crescimento. É preciso dependência total de Deus para realizarmos a nossa missão. Devemos orar por novas conversões mas não devemos criar métodos para “ajudar” Deus a converter as pessoas. Spurgeon, já na sua época, preocupado com uma ênfase exagerada no número de conversões, disse: Há muito tempo deixei de contar cabeças. Ele entendia a necessidade de conversão de almas, a necessidade da pregação genuína, mas sabia que a conversão era uma ação vinda do alto, não da terra. Devemos pregar para todos, pois não sabemos quem vai se converter, qual das sementes prosperará, se esta ou aquela, ou ambas. V. 6. Ou até mesmo nenhuma delas! Em Is. 55:11 lemos que a Palavra de Deus não volta vazia, ela sempre faz o que é da vontade de Deus sem falhar. O Evangelho é o poder de Deus para a salvação. Rm.1:16.
Semear dependendo de Deus é descanso para nossa alma cansada da jornada. Sabemos que temos asseguradas muitas bênçãos espirituais e materiais até. Quando Isaque semeou na terra de Gerar, e colheu no mesmo ano cem medidas, foi o Senhor quem o abençoava até que se tornou mui poderoso.  Gn.26:12. Quando semeamos dependendo de Deus podemos contar com as bênçãos infinitas do Senhor. “Deus nos abençoa muitas vezes cada vez que nos abençoa”. (spurgeon). Deus promete em Sua Palavra que todo(a) aquele(a) que semeia, a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria trazendo consigo os seus molhos. Sl.126:6. No Senhor, o trabalho, não como o descrito em Eclesiastes, em vão. Pelo contrário, Deus não é injusto para se esquecer da nossa obra: “Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis.” Hebreus 6:10
pastor Victor

Só Jesus cura nossa alma!

3 de dez de 2010

Pirata Gospel do Mares

 “Seus bobinhos! Seus bobinhos! Unjam os mares! As praias são minhas! As praias são minhas!”.
Mas uma vez vemos a falsa profetisa com sua heresias. É claro que tudo isso não passa de sensações psicodélicas desse grupo pentecostal. Já publiquei aqui no blog sobre esse cruzeiro, e agora vejo a conclusão dessa idéia sem pé nem cabeça. É claro que Jesus se preocupa com os ricos, mas Jesus não se preocupava em organizar passeios marítimos com Simão, As mulheres ricas, etc. Elas tinham que seguir a Jesus e cooperar com suas finanças no seu ministério, não para Jesus - Ele não tinha onde reclinar a cabeça - mas para o reino de Deus. Os pobres, as viúvas, etc. Outra coisa louca: Deus chamar as pessoas de bobas? Bobinhos? Nunca vi isso na Bíblia! Mas na dela deve ter sim, pois quem acredita nessas coisas só pode ser mesmo bobinho! Ungir os mares com óleo? Onde tem isso na Bíblia? As praias são lugar de culto? de Festa? Só se for de Lual.

2 de dez de 2010

Pagando Promessa ao Diabo

É mesmo impressionante quando vemos esse tipo de publicidade. O grande problema é que todo mundo se diz "evangélico", mas na realidade jamais nasceu de novo. João 3. Foi-se o tempo em que os crentes jamais entrariam numa igreja católica para rezar. Eles já saíram de lá, do laço do inferno, como retornariam de novo para a escravidão? Mas para o jogador do Avaí, isso não vale. Ele tinha que voltar para agradecer! A quem? Só pode ser ao Diabo que deu a vitória para o seu time. “É um momento feliz não só pra mim, como para todos do Avaí”, disse. “Estávamos perdendo por 2 a 0 e fomos buscar o resultado”, comemorou. É por isso que estão proibindo as reuniões de atletas para cultos durante as viagens, concentrações, etc - porque até os treinadores, que são na maioria descrentes sabem que tudo ali é uma palhaçada. infelizmente. O lúcio, por exemplo, pouco tempo atrás apareceu com seu novo modelo Moicano! Não é um simples corte de cabelo que diz quem é crente ou não, claro, mas o fato de estar se conformando com  o mundo é que está totalmente errado. Principalmente alguém como ele que se diz evangélico deve ter cuidado com seu testemunho, o que diga-se não de passagem, pelo menos no fato de ser um bom profissional, tem mostrado bom testemunho.

23 de nov de 2010

Jesus Personal Trainer

Foi-se o tempo em que falar de exercício era falar sobre fé, exercício da fé. Ou de cumprir a carreira que nos está proposta, ou de esmurrar o corpo e o reduzir à escravidão. Agora a moda é GospelFitness!

Foi-se o tempo, também, em que as igrejas cristãs construíam salas para os mais diversos usos, como reunião de oração, estudos bíblicos, ou até para uma comunhão antes e depois do culto. Agora a moda é construir Ginásios, academias! Eles chegam até ao cúmulo de dizer que frequentadores de igrejas são mais obesos do que os não frequentadores. Agora, ser crente engorda, é? Crente entre aspas, pois essas igrejas que montam academia, não são de Jesus Cristo.
Dizem também que as igrejas são culpadas de engordar o povo com comidas altamente calóricas. Que tem isso a ver? Acho que a Church Fitness vai ter que disciplinar Deus!
Ainda pregam o falso evangelismo enfatizando que uma academia na igreja vai atrair o descrente, que jamais iria para a igreja só para ouvir os cultos regulares. Acho que eles convidam os descrentes assim: " Ei, amigo, vamos ali na nossa igreja malhar um pouquinho?" "É, isso mesmo, vamos queimar umas calorias!". Isso demonstra o completo desrespeito pela Palavra de Deus e pelo próprio Deus da Palavra. E para terminar, dizem que a leitura da Bíblia é um estimulante para o "atleta de cristo".
O que vai ter de igreja montando academia para chamar descrente vai ser uma coisa de louco. Essa aberração vai ser muito agradável aos olhos de muitos "pastores" que gostam de malhar... a Palavra de Deus.

22 de nov de 2010

Perguntas para um candidato a pastorado!


 
Por: Jim Elliff e Don Whitney

Às vezes, acontece que um pastor enfrenta oposição da parte daquelas pessoas que antes o promoviam de maneira entusiástica. Por que isso acontece? Com freqüência, isso ocorre por causa da comunicação superficial que houve entre o pastor em potencial e os membros da igreja, antes de ele assumir seu pastorado. Em nossos dias, é possível que um pastor seja escolhido para uma igreja sem que perguntas sérias lhe sejam dirigidas, e, menos ainda, perguntas a respeito de doutrina. Sugerimos que as igrejas tenham o mais completo diálogo possível sobre os assuntos de doutrina, prática e estilo de vida cristã. Se a igreja falhar em fazer isso, o próprio candidato ao pastorado deve procurar esse tipo de diálogo. Tal procedimento protege tanto o pastor quanto a igreja.
Dois outros assuntos são extremamente importantes. Primeiro, o candidato ao pastorado deve apresentar uma lista de referências. A igreja tem de seguir com muita atenção essas referências e solicitar que as pessoas citadas apresentem outros nomes como referência sobre o pastor. Deve-se tributar atenção ao fato de que, às vezes, pessoas deixam de gostar de outras não por causa dos erros destas. (O próprio Senhor Jesus foi odiado) A inquirição por meio de referências lhes assegura que o pastor tem um bom testemunho tanto da igreja como “dos de fora” (1 Tm 3.7). O questionamento das pessoas apresentadas deve centralizar-se na lista de 1 Timóteo 3.1-7 e Tito 1.5-9. Essas listas de qualificações foram escritas para servirem como instrumento de observação das vidas de candidatos à liderança das igrejas, e não como uma lista de perguntas a serem dirigidas aos candidatos. Essa observação é extremamente importante. O ideal seria que a igreja convivesse com o candidato ao pastorado, observando sua vida durante meses ou mesmo anos. Visto que, infelizmente, esse não é o padrão seguido pela maioria das igrejas, vocês têm de depender muito de atentarem às referências fornecidas. Respostas superficiais e subjetivas da parte do próprio candidato podem causar uma distorção da verdadeira situação. A avaliação que sugerimos em seguida se refere às passagens bíblicas mencionadas, mas a sua utilização pode ser mais abrangente. Vocês devem utilizá-las amplamente na conversa com as pessoas apresentadas como referências. Isso não significa que as passagens bíblicas citadas não são extremamente importantes no questionamento que o candidato pode fazer para si mesmo.
Relacionada à primeira, existe uma segunda consideração: devem ser feitos muitos esforços para apresentar à igreja os diversos aspectos da vida do pastor em perspectiva, durante tanto tempo quanto possível, antes de chegarem a alguma decisão. Esse tipo de apresentação não é um problema, quando a igreja tem de escolher pastores dentre os seus próprios membros; todavia, tal apresentação cria realmente um problema considerável para aqueles que trazem um novo pastor de fora da igreja. Um fim de semana de cultos não é suficiente para que as pessoas fiquem corretamente informadas. Devemos lembrar: o pastor, se for chamado a pastorear, estará na igreja durante um extenso período de tempo, influenciando nossas famílias e comunidade para Cristo. Sabemos que vocês estão prontos para receber um novo pastor. Mas existe algo pior do que não ter um pastor — ter o pastor errado.
Apresentamos nossa sugestão final: depois das conversas iniciais, pensem em ter gravadas ou escritas as respostas destas perguntas, por parte daquele que é o mais sério candidato ao pastorado da igreja. Perguntem-lhe se o seu interesse é tão grande, que ele aceitaria avançar para esse estágio de inquirição, dizendo-lhe que isso tomará boa parte de seu valioso tempo. Esse questionamento mais profundo é para aqueles que demonstram um nível de interesse elevado. Perguntas esclarecedoras podem ser feitas, posteriormente, por telefone ou conversas pessoais. Um grupo selecionado destas perguntas pode ser dirigido ao candidato nas grandes reuniões da igreja, a fim de permitir que o pastor em perspectiva fale sobre algumas de suas crenças e outras perguntas lhe sejam apresentadas.
As perguntas alistadas em seguida não estão colocadas em ordem de significância. Algumas delas podem não ser importantes para vocês. Talvez vocês queiram acrescentar outras perguntas. Não existe o pastor perfeito. No entanto, atenção a estas questões, juntamente com extensos períodos de oração, ou mesmo jejum, pode lhes dar garantia de encontrar o pastor certo para a sua igreja.
1.     Existem muitas pessoas que professam seguir a Cristo, mas estão enganadas. Que evidências você tem de que Deus lhe deu vida?
2.     O que significa para alguém amar a Deus? De que maneiras você percebe o verdadeiro amor bíblico para com Deus manifestado em sua própria vida? Você percebe o verdadeiro amor bíblico para com Deus na vida de sua esposa e de seus filhos?
3.     O que a sua esposa sente a respeito de seu compromisso com o pastorado? E como os seus filhos reagem?
4.     Por que você acredita que Deus o quer no pastorado?
5.     Examine cuidadosamente cada uma das qualificações bíblicas para pastores e diáconos (1 Tm 3; Tt 1.5-9; At 6.1-6;               1 Pe 5.1-4). Quais são as suas qualificações mais fortes? Com quais dessas qualificações você tem mais dificuldade? Por que você acredita que essas áreas de dificuldade não o desqualificam para o ministério? (Observe a expressão “é necessário” —         (1Tm 3.2).
6.     Um pastor é encarregado por Deus a pregar para a igreja e a pastorear as pessoas de maneira individual. Que aspecto do ministério apela mais a você? De que maneiras específicas você poderia ser auxiliado a desenvolver suas habilidades nessas duas áreas?
7.     Quais são os seus métodos de envolver-se nas vidas das pessoas, enquanto as pastoreia e vela por suas almas?
8.     Que atividades caracterizam seu interesse evangelístico? Como você lida com o assunto do evangelismo pessoal e do coletivo?
9.     O que você pensa a respeito do aconselhamento? Como você administra a abundante necessidade de aconselhamento?
10.      Quais são as suas práticas costumeiras e específicas a respeito de disciplina espiritual (ou seja, oração, estudo bíblico, meditação, mordomia, etc.)?
11.      Como você descreve um pastor bem-sucedido e uma igreja bem-sucedida?
12.      Em que bases o pastor pode ser considerado uma pessoa responsável? Que relacionamentos de sua vida fornecem senso de responsabilidade por suas atitudes e comportamento, tanto em sua vida pessoal como em seu ministério pastoral?
13.      Quais são os seus autores, teólogos e comentaristas evangélicos favoritos? Por quê? Que livros você leu recentemente?
14.      Descreva uma ocasião em que você fez tentativas de reformar a igreja em alguma área importante. Quais foram os resultados? O que isto custou para você mesmo?
15.      Descreva seu estilo de liderança. Quais têm sido alguns de seus pontos fracos e de seus pontos fortes?
16.      Quando você enfrentou oposição, isso ocorreu na maior parte das vezes por causa de seu estilo de liderança, de sua personalidade, de suas crenças ou de alguma outra coisa?
17.      De acordo com sua observação, que doutrinas precisam de ênfase especial em nossos dias?
18.      O que é o verdadeiro arrependimento bíblico?
19.      O que é a verdadeira fé bíblica?
20.      Explique a justificação pela fé. Qual a diferença entre o ponto de vista do Catolicismo Romano e o ponto de vista bíblico a respeito da justificação pela fé?
21.      Explique seu ponto de vista a respeito da santificação. Quais são os vários meios que Deus usa para santificar o crente?
22.      Uma pessoa pode ter Cristo como seu Salvador e não estar em sujeição a Ele como Senhor? Explique.
23.      Qual a sua posição a respeito da inerrância das Escrituras?
24.      Explique a expressão bíblica “Batismo do Espírito”. Quando ocorre esse batismo?
25.      Quais são as suas opiniões sobre o batismo em água?
26.      De que maneira a Bíblia relaciona a soberania de Deus à salvação?
27.      O que a Bíblia ensina a respeito da extensão da depravação do homem?
28.      O que a obra de expiação consumada por Cristo realizou em favor dos crentes?
29.      O que a Bíblia ensina a respeito da perseverança e da preservação dos crentes?
30.      Qual é a utilização correta da lei do Antigo Testamento?
31.      Como você articula sua opinião a respeito dos assuntos escatológicos e dos finais dos tempos?
32.      Você crê que Jesus nasceu de uma virgem? Qual a importância desta sua crença?
33.      Qual a sua interpretação dos ensinos bíblicos sobre o inferno?
34.      Você acredita que os acontecimentos descritos em Gênesis 1 a 11 são verdadeiros ou simbólicos?
35.      O que a Bíblia ensina em referência aos dons espirituais? Descreva sua opinião a respeito de profecias e falar em línguas.
36.      O que você pensa sobre o divórcio e o novo casamento? Você segue estritamente esses pensamentos em sua prática?
37.      Qual a sua opinião sobre a frase “é necessário, portanto, que o bispo [pastor] seja... esposo de uma só mulher”           (1Tm 3.2)?
38.      Quais são as suas exigências para realizar uma cerimônia de casamento?
39.      Explique suas opiniões sobre a disciplina da igreja. Relate alguma experiência pessoal.
40.      Como você lidaria com um caso de escândalo ou imoralidade praticado por um membro da igreja?
41.      O que você pensa a respeito do aborto?
42.      Muitas crianças que pareciam ter sido convertidas na infância não demonstram mais tarde qualquer evidência de conhecerem a Cristo. Como você lida com crianças quando elas o procuram, para aconselharem-se a respeito da conversão?
43.      Qual é um método útil para receber novos membros na igreja? Quais são os requisitos para isso?
44.      Qual a sua opinião sobre os estilos de música da igreja?
45.      Quem deve conduzir a adoração na igreja? Por quê? Que métodos de liderar a adoração corporativa são apropriados? Quais são impróprios?
46.      O que a Bíblia diz sobre o propósito das reuniões semanais da igreja?
47.      Qual o seu ponto de vista a respeito do levantamento de recursos monetários para os vários projetos da igreja? A igreja deveria pedir dinheiro a pessoas que não pertencem à sua membresia?
48.      Quais as suas convicções sobre dívidas na igreja local?
49.      O que a Bíblia ensina sobre mulheres no ministério pastoral?
50.      O que a Bíblia ensina a respeito de como a igreja deve tomar suas decisões?
51.      Como um pastor e sua igreja devem se relacionar com outras igrejas locais e (se filiada a uma denominação) no âmbito mais amplo? Você se sente tranqüilo em cooperar com outras denominações? Você estabelece algumas diretrizes?
52.      Quais são as responsabilidades bíblicas dos presbíteros? Existem distinções entre presbíteros, pastores e bispos?
53.      Quais são as responsabilidades bíblicas dos diáconos? Como devem se relacionar os diáconos e os pastores?
54.      Que ênfase você atribui à liderança dos pais em suas famílias, especialmente no que diz respeito à adoração familiar. Você se envolve pessoalmente na adoração familiar, juntamente com sua esposa e filhos?
55.      Qual a sua visão missionária para a igreja? De que maneira você está demonstrando interesse e envolvimento em missões?
Para ser um ministro bom e fiel, um pastor não tem de fornecer uma resposta completa e imediata para todas essas perguntas.     Em algumas dessas perguntas, será aceitável se ele apenas disser: “Eu não sei”; ou: “Ainda não tenho a minha opinião completamente desenvolvida sobre este assunto”.
Entretanto, acautelem-se de um pastor que parece estar evitando apresentar respostas claras. Certamente, em algumas dessas perguntas, ele achará necessário definir termos e esclarecer sua resposta. Sigam em frente cautelosamente, até que ele torne sua opinião tão clara quanto possível. Se necessário, podem ser feitas outras perguntas sobre assuntos como o Movimento de Crescimento de Igreja, educação familiar, maçonaria, o Movimento Nova Era, atividade política na igreja, relacionamento com outros ministérios ou movimentos evangélicos, etc. Perguntas sobre outros assuntos doutrinários de grande importância devem ser feitas, se necessário (por exemplo, a divindade de Cristo, a aceitação da Trindade, etc.). Tanto o comitê de avaliação como a igreja devem ficar satisfeitos a respeito de qualquer assunto sobre o qual desejem discutir.

Fonte:
[editorafiel.com.br]
 
"Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho" (At 20.28-29)ACF
 

16 de nov de 2010

Deus é Argentino!?!?

A que ponto chega a idolatria desses argentinos fanáticos pelo futebol. Para eles o demônio é o Pelé, mas na realidade eles estão adorando é a demônios quando fazem tal tipo de culto. Qualquer culto que não seja ao Senhor Jesus é idolatria e culto aos demônios. Maradona, para eles é deus. Engraçado pensar num deus gordo, "ex"-viciado, e com tantos maus exemplos na carreira! Deus nem é brasileiro nem argentino, o único Deus que existe é o Deus de Israel, que um dia julgará esse tipo de abominação. Depois da igreja Presleyteriana, agora é a vez da Maradoniana! Só espero que essa moda macabra não pegue! Já pensou: igreja Zicana, Peleana, Romariana, Ronaldiana, Vão querer fundar até a igreja  Louco-Abreuana.

9 de nov de 2010

A Fórmula 1 de Ganhar Dinheiro Fácil

O tempo em que os irmãos se esforçavam para juntar suas economias e ofertar a Deus já passou para esses aí. O negócio agora é ganhar uma grana fácil, de preferência rapidamente! E superfaturada! Essa igreja não tem pastor? Ou foi idéia dele? Que absurdo, meu Deus! Esses são os cambistas do templo moderno. A ganância é tanta que ainda retiraram os bancos da igreja para colocar mais carros! "Sai da frente, Deus, que agora eu vou ganhar uma grana extra, flw!". Depois eu dou aê uns troco pro senhor, ok? 
Não é à tôa que essas igrejas tem muito dinheiro, não? assim também, meu filho, quem não teria?! Acho que vou vender minha casa e comprar uma bem pertinho do Castelão, assim, quando tiver jogo da série A - Ceará e Flamengo, vou ganhar um bom dinheiro alugando meu estacionamento. Nesse caso a casa é minha. Mas fazer isso com a CASA DE DEUS? Tenha santa paciência!!! E ainda chamam a F1 de CIRCO!

3 de nov de 2010

Jesus Aidético!

Jesus portador de vírus HIV? Mais um louco desesperado para aparecer na mídia. E desse jeito aparece mesmo. Jesus levou sobre si as nossas enfermidades mas foi espiritualmente falando. Foi o pecado, a "pior enfermidade" de todas. Jesus - embora 100% Deus e 100% homem nunca foi contaminado por nenhum tipo de vírus. Já pensou Cristo de máscara para não pegar a gripe suína? Ou com um lenço no nariz para evitar a aviária?
Esse pensamento é completamente antibíblico. Jesus se tornou homem, homem de dores, que sabia o que é padecer, mas não foi para pegar as doenças da humanidade não.

Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. Hb.4:15
 
Essa idéia é humanista, assim como são humanistas todos esses pregadores.
Dessa forma vão ter que criar um jesus leproso para os leprosos, um jesus obeso mórbido para os que sofrem de obesidade mórbida, e até um jesus com anorexia para salvar as meninas que sofrem de tal doença.
Esse tipo de coisa, se ilustração, sei lá o que, não deve ser incentivada pela igreja. Associar Jesus com qualquer coisa que a Bíblia não autoriza é falta de sabedoria e de interpretação bíblica. Interpretação? Para essa gente interpretação bíblica correta, exegese, hermenêutica, simplesmente não existe. O que existe é aquela frase: Isso me agrada? Agrada as pessoas? Então que se lixe a Bíblia.

31 de out de 2010

Pensadores Livres ou Ditador da Liberdade?

Mais uma vez os ateus querem fazer as pessoas se afastarem da Bíblia. Agora a acusação é contra a leitura da Palavra de Deus por crianças e adolescentes. Para os ateus a Bíblia é pornográfica e cruel. Diz ainda que a Bíblia não oferece respostas para as questões atuais. Realmente, vindo de um ateu isso é até engraçado, me faz morrer de rir. Quem realmente conhece a Bíblia? Com certeza não é o ateu que nem lê a Bíblia. Cruel e pornográfico é o ensinamentos ateu que nega a Deus e aceita todo tipo de depravação humana. Ensinar um texto para a criança e deixar outro texto para depois não é hipocrisia, mas está dentro de uma lógica natural do aprendizado humano. Se um homem "estudado" acha cruel quando Deus ordenou a morte dos inimigos, o que dizer de uma criança? Deus soberano faz o que lhe apraz e ninguém pode julgá-lo. o barro não manda no oleiro, mas o oleiro faz do barro conforme Sua vontade. Bíblia pornográfica? Sinceramente, quanta ignorância. Pensador livre ou Ditador da lilberdade? Ei, cidadão, Kaspar, ensina os teus filhos a ser ateus sem esperança como você que eu ensino meus filhos na Palavra de Deus, e vê se não se mete em assunto que você é um ignorante por completo.

28 de out de 2010

Pega Ladrão: "Pastor" Preso durante o culto: Latrocínio

Tenho recebido e postado alguns comentários que me criticam. Dizem: Como vc cria um blog para falar mal da igreja? Aí está o problema! Eu não falo mal da igreja, a igreja de Deus, santificada por Cristo. Eu falo "mal" é da pseudo-igreja! Como essa tal de Mundial. Isso acontece porque as seitas como a Universal, a Mundial et all, colocam qualquer um para ser pastor, não importa se foi ladrão, estuprador, etc. Ainda mais quando essa pessoa é fugitiva da polícia!

19 de out de 2010

Crente Smile

De acordo com pesquisas nos EUA, quase metade dos americanos se dizem cristãos renascidos. Mas uma análise mais aprofundada revelou que muitos confundem o novo nascimento com uma sensação positiva a respeito de Deus e de Jesus.
Um levantamento estatístico entre os cristãos praticantes nos EUA apresenta resultados desanimadores, o que também é representativo em relação à Europa:
  • 20% nunca oram
  • 25% nunca lêem a Bíblia
  • 30% nunca vão à igreja
  • 40% não apóiam a “obra do Senhor” por meio de ofertas
  • 50% nunca vão à Escola Bíblica Dominical (de todas as faixas etárias)
  • 60% nunca vão a um culto vespertino
  • 70% nunca dão dinheiro para missões
  • 80% nunca freqüentam uma reunião de oração
  • 90% nunca realizam culto em família.
Essas estatísticas foram retiradas do texto de Norberth Lieth "O grande engano". Mas essa pesquisa cabe bem em qualquer pais do mundo, em qualquer lugar que tenha crentes, ou "crentes'. Acredito que aqui no Brasil, culto familiar é quase nunca realizado. Poucos fazem isso, e muitos vão perguntar o que e isso??!!? E eu? E você?

14 de out de 2010

Adoração em Alto-mar!



Cruzeiro em alto mar? Foi se o tempo em que as pessoas se reuniam em sítios para um retiro espiritual. Hoje em dia a moda é fazer cruzeiro. O Diante do Trono está oferecendo esse cruzeiro para os seus fãs. O problema é sair copiando as coisas do mundo. Mas em fazer isso o DT é mestre.

12 de out de 2010

Lista dos Eleitos (na eleição 2010)

Essa é uma lista que não gostaria de ver. Mas é bom deixar registrado aqui nesse espaço quem foi eleito. A desculpa é sempre a mesma: precisamos de gente para defender os nossos interesses. Quem pensa assim realmente não precisa de Deus, pois no pensamento deles, Deus é um fracote que não pode intervir de acordo com sua vontade e precisa da mãozinha do homem. Vem aí o PNDH-3 e precisamos de gente competente para agir rápido. Esses deixam Deus de fora, esquecem que o Senhor é quem controla toda a história e que não precisamos nos meter nos negócios terrenos. Crentes foram chamados para pregar o evangelho e não para entrar na política mundana. O mundo jaz no maligno e essas pessoas que estão entrando ou se reelegeram com certeza já se comprometeram com o Deus MAMON! Se ainda não, um pouco mais de tempo...
Uma outra coisa é que muitos desses aí nem crentes são! Desses só posso dizer duas coisas: NÃO SÃO ou NÃO SEI! É isso mesmo - não são crentes, com certeza, ou não sei se são crentes. É claro que o Espírito testifica com o nossso espírito se somos filhos de Deus. E não podemos fazer juízo, pois só Deus conhece os corações. Mas é claro também que pelo fruto se conhece a árvore, e muitos digo sem medo de errar ou de pecar contra Deus que não são crentes, gente que está calcando com os pés a cruz de Cristo! dessa lista aí.


SENADORES
os batistas Walter Pinheiro (BA) e Magno Malta (ES), e o bispo Marcelo Crivella (RJ), da Igreja Universal do Reino de Deus. 

DEPUTADOS FEDERAIS
  • PASTOR PAULO FREIRE (PR/SP) – Assembleia de Deus
  • NEWTON LIMA (PT/SP) – Assembleia de Deus
  • BRUNA FURLAN (PSDB/SP) – Igreja Cristã do Brasil
  • ROBERTO DE LUCENA (PV/SP) – O Brasil para Cristo
  • ANTONIO BULHÕES (PRB/SP) – Universal do Reino de Deus
  • JEFFERSON CAMPOS (PSB/SP) – Evangelho Quadrangular
  • JORGE TADEU (DEM/SP) – Igreja Internacional da Graça
  • MARCELO AGUIAR (PSC/SP) – Renascer
  • MARCO FELICIANO (PSC/SP) – Avivamento da Fé
  • MISSIONÁRIO JOSÉ OLIMPIO (PP/SP) – Igreja Mundial do Poder de Deus
  • OTONIEL LIMA (PRB/SP) – Universal do Reino de Deus
  • ANTONIA LUCIA (PSC/AC) – Assembleia de Deus
  • HENRIQUE AFONSO (PV/AC) – Presbiteriana
  • SABINO CASTELO BRANCO (PTB/AM) – Assembleia de Deus
  • SILAS CÂMARA (PSC/AM) – Assembleia de Deus
  • FATIMA PELAES (PMDB/AP) – Assembleia de Deus
  • ERIVELTON SANTANA (PSC/BA) – Assembleia de Deus
  • MÁRCIO MARINHO (PRB/BA) – Universal do Reino de Deus
  • SERGIO BRITO (PDT/BA) – Batista
  • RONALDO FONSECA (PR/DF) – Assembleia de Deus
  • LAURIETE (PSC/ES) – Assembleia de Deus
  • MANATO (PDT/ES) – Maranata
  • SUELI VIDIGAL (PDT/ES) – Batista
  • AUDIFAX BARCELOS (PSB/ES) – Batista
  • DONA IRIS DE ARAÚJO (PMDB/GO)
  • JOÃO CAMPOS (PSDB/GO) – Assembleia de Deus
  • CLEBER VERDE (PRB/MA) – Assembleia de Deus
  • ZÉ VIEIRA (PR/MA) – Assembleia de Deus
  • EDVALDO HOLANDA JR (PTC/MA) – Batista
  • LOURIVAL MENDES (PT do B/MA) – Batista
  • PROFESSOR SETIMO (PMDB/MA)
  • GEORGE HILTON (PRB/MG) – Universal do Reino de Deus
  • GILMAR MACHADO (PT/MG) – Batista
  • LEONARDO QUINTAO (PMDB/MG) – Presbiteriana
  • LINCON PORTELA (PR/MG) – Batista renovada
  • MARIO DE OLIVEIRA (PSC/MG) – Evangelho Quadrangular
  • DR. GRILO (PSL/MG) – Igreja Internacional da Graça
  • WALTER TOSTA (PMN/MG) – Igreja Batista Getsemani
  • JOSUE BENGTSON (PTB/PA) – Evangelho Quadrangular
  • ZEQUINHA MARINHO (PSC/PA) – Assembleia de Deus
  • PASTOR FRANCISCO EURICO (PSB/PE) – Assembleia de Deus
  • ANDERSON FERREIRA (PR/PE) – Assembleia de Deus
  • AGUINALDO RIBEIRO (PP/PB)
  • ANDRÉ ZACHAROW (PMDB/PR) – Batista
  • DELEGADO FRANCISCHINI (PSDB/PR) – Assembleia de Deus
  • EDMAR ARRUDA (PSC/PR) – Presbiteriana
  • HIDEKAZU TAKAYAMA (PSC/PR) – Assembleia de Deus
  • ANDREIA ZITO (PSDB/RJ) – Maranata
  • AROLDE DE OLIVEIRA (DEM/RJ) – Batista
  • BENEDITA DA SILVA (PT /RJ) – Presbiteriana
  • Dr. ADILSON SOARES (PR/RJ) – Igreja Internacional da Graça
  • EDUARDO CUNHA (PMDB/RJ) – Sara Nossa Terra
  • FILIPE PEREIRA (PSC/RJ) – Assembleia de Deus
  • ANTHONY GAROTINHO (PR/RJ) – Presbiteriano
  • LILIAM SÁ (PR/RJ) – Assembleia de Deus
  • NEILTON MULIM (PR/RJ) – Batista
  • VITOR PAULO (PRB/RJ) – Universal do Reino de Deus
  • WALNEY ROCHA (PTB/RJ) – Metodista
  • AUREO (PRTB/RJ) – Metodista
  • WASHINGTON REIS (PMDB/RJ) – Igreja Nova Vida
  • LINDOMAR GARÇON (PV/RO) – Evangelho Quadrangular
  • MARCOS ROGÉRIO (PDT/RO) – Assembleia de Deus
  • NILTON CAPIXABA (PTB/RO ) – Assembleia de Deus
  • JONATHAN DE JESUS (PRB/RR) – Universal do Reino de Deus
  • RONALDO NOGUEIRA (PTB/RS) – Assembleia de Deus
  • ONYX (DEM/RS) – Luterano
  • HELENO (PRB/SE) – Universal do Reino de Deus
  • LAERCIO OLIVEIRA (PR/SE) – Presbiteriano
fonte: gospel +

FAUSTÃO EM " AS GOSPELEZAS"

Depois da Aline Barros e da Fernanda Brum agora chegou a vez da Valadão! Dia 24/10 a Ana Paula Valadão estará no Domingão do Faustão. Será que ela vai falar de pecado e arrependimento, morte e ressurreição de Jesus? Muitos pelo Brasil estão dando glórias a Deus e aleluias. Mas infelizmente, não vejo nada de bom nesse ajuntamento pagão. Em primeiro lugar a Globo não tem o menor interesse de Evangelizar o Brasil. É claro que ela está de olho no percentual de "evangélicos" que trazem sempre um grande IBOPE. Em segundo lugar o Faustão é um apresentador estrela, que não deixa ninguém falar e fica fazendo brincadeira e jogo bobo de palavras o tempo todo. (isso não é sem propósito - é claro que faz parte também de uma estratégia). Em terceiro lugar, a Ana Paula Valadão não vai dar um testemunho bíblico de forma alguma, mas apenas cantar bonito, dançar, fazer coreografia, ou profetizar mentiras. De que adianta ir a um programa em rede nacional e até em muitos outros países e não falar a Palavra de Deus? Da última vez vi  um grupo delas no Ratinho dizendo: Trouxemos um "PRESENTINHO" para você: uma bíblia! Um presentinho! A Palavra de Deus sendo dada como um SOUVENIR! O Brasil pode gostar, mas Deus abomina. Infelizmente não tenho do que me alegrar com a ida dessas gospelezas, pois não levam nada de verdadeiramente bíblico aos lares dos milhões de brasileiros. Não assisto o Domingão mas vou ver isso aí. Como diz um quadro da Globo: Estamos de Olho!!

5 de out de 2010

Piper Warren

RICK WARREN EM DESIRING GOD
John Piper convidou Rick Warren para ser um dos preletores da sua conferência. Isso causou grande mal-estar por causa das posições completamente mundanas com relação à evangelização e também por sua falta de cuidado em usar a Palavra de Deus, com  sua "exegese pessoal". Mesmo nao sendo um "herege" ou um "apóstata" ele já está muito bem encaminhado nesse sentido. Sua teologia é mundana: daí ser pragmática! E quanto à filosofia de crescimento de igreja?!? Todos sabemos que se trata de um INCHAMENTO! Não vou dizer que ele não tenha coisas boas para ensinar (o que duvido), mas quando se trata de trazer para a "minha" igreja" ou para a "minha" conferência, é claro que não posso descartar a multidão de ERROS que todos já são sabedores! Rick Warren tem sido alvo de crítica (justa) por muitos conservadores e fundamentalistas, mas agora aparece um dizendo que pode convidá-lo porque existem coisas que os une! Bem no espírito ecumênico do senhor Rick. É realmente uma igreja com propósito: Propósito Mundano; Propósito Pragmático; Propósito de crescer de qualquer jeito; Propósito de ter... Propósito, desde que não ofenda os descrentes que ele pretende capturar. Vá lá, Senhor Piper, convide-o, aceite o que ele tem de bom pra ensinar, que aqui na "minha" igreja ele só pisa quando não só tiver coisas boas para ensinar, mas também quando DEIXAR DE ENSINAR  O ERRO E FALSAS DOUTRINAS PARA O POVO. 
P.s. Piper está DESIRING que GOD aceite o Warren, mesmo banalizando a Bíblia.

27 de set de 2010

Popstores & Apópstolos.

É sempre assim! Quando se trata de ouvir verdades ninguém gosta. É preciso ter muita humildade, mais muita, muita mesmo, para admitir erros ou pecados, principalmente quando se tem que fazer isso diante de todo mundo, de todo o Brasil, por exemplo. A crítica se tem fundamento é bíblica. O que não é bíblico é a crítica (juízo) sem nenhum respaldo, dos fatos e da Palavra de Deus. Os popstores Silas Malafaia, Marco Feliciano e o apópstolo Estevam Hernandes detestam ouvir verdades. É claro que muita coisa pode não ser verdade, reconheço, e fazer acusações sem respaldo bíblico é pecado também. Mas o que dizer da Bíblia cheia de dólares? O que dizer da cadeia? Perseguição do inimigo? Não foi o diabo quem escondeu os dólares de propósito na Bíblia. Pensavam que estavam na tesouraria da igreja deles, que fazem o que querem com o dinheiro. Não, estavam nos Estados Unidos, país severo com essas questões.
O que dizer dos companheiros de Silas: Murdock & Cerullo? Quem vem ao país a convite do seu aprendiz  gospel para enganar o povo tão já ignorante e ignorado pelas lideranças pentecostais e neo-pentecostais? Qual será a próxima do popstor Malafaia? Por falar nisso, quantas almas já tem no contador?????!!!!! Que enganação, contar almas salvas! Até a semente que caiu nas pedras entra na contagem, pois o que importa é o contador aumentar, e não se a pessoa vai se firmar na Palavra. Qual será a próxima invencionice?
Críticas sempre existirão. Principalmente quando se faz por onde! Será que chamar os críticos de vagabundos endemoninhados e picaretas é o modo bíblico de responder às críticas? Deixo as respostas para a análise do povo dessas igrejas. Olha aí o "pastor" que vocês tem! Esse é o vocabulário mais bonito no dicionário deles...

22 de set de 2010

Brincando com Jesus Cristo


Toda tentativa de ensinar as crianças a Palavra de Deus é válida, mas com certeza devemos evitar excessos como esses aqui. Jesus não jogava basquete com os meninos do seu tempo, nem futebol, nem vôlei, nem qualquer outro tipo de brincadeira com ou sem bola. É claro que Ele foi criança (sem pecado) e brincou, mas Seu ministério, consistia em ensinar a Sua Palavra aos pequeninos. "Deixai vir a mim os pequeninos porque dos tais é o reino dos céus. E para ensinar sobre o batismo de Jesus, não precisamos de Lego, de jeito nenhum, ainda mais com um PERIQUITO em cima da cabeça de Jesus

21 de set de 2010

Aceitar a Jesus!?
A. W. Tozer

Nosso relacionamento com Cristo é uma questão de vida ou morte. O homem que conhece a Bíblia sabe que Jesus Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores e que os homens são salvos apenas por Ele, sem qualquer influência por parte de quaisquer obras praticadas.

"O que devo fazer para ser salvo?", devemos aprender a resposta correta. Falhar neste ponto não envolve apenas arriscar nossas almas, mas garantir a saída eterna da face de Deus.

Os cristãos "evangelicais" fornecem três respostas a esta pergunta ansiosa: "Creia no Senhor Jesus Cristo", "Receba Cristo como seu Salvador pessoal" e "Aceite Cristo". Duas delas são extraídas quase literalmente das Escrituras (At 16:31; João 1:12), enquanto a terceira é uma espécie de paráfrase, resumindo as outras duas. Não se trata então de três, mas de uma só.

Por sermos espiritualmente preguiçosos, tendemos a gravitar na direção mais fácil a fim de esclarecer nossas questões religiosas, tanto para nós mesmos como para outros; assim sendo, a fórmula "Aceite Cristo" tornou-se uma panacéia de aplicação universal, e acredito que tem sido fatal para muitos. Embora um penitente ocasional responsável possa encontrar nela toda a instrução que precisa para ter um contato vivo com Cristo, temo que muitos façam uso dela como um atalho para a Terra Prometida, apenas para descobrir que ela os levou em vez disso a "uma terra de escuridão, tão negra quanto as próprias trevas; e da sombra da morte, sem qualquer ordem, e onde a luz é como a treva".

A dificuldade está em que a atitude "Aceite Cristo" está provavelmente errada. Ela mostra Cristo suplicando a nós, em lugar de nós a Ele. Ela faz com que Ele fique de pé, com o chapéu na mão, aguardando o nosso veredicto a respeito dEle, em vez de nos ajoelharmos com os corações contritos esperando que Ele nos julgue. Ela pode até permitir que aceitemos Cristo mediante um impulso mental ou emocional, sem qualquer dor, sem prejuízo de nosso ego e nenhuma inconveniência ao nosso estilo de vida normal.

Para esta maneira ineficaz de tratar de um assunto vital, podemos imaginar alguns paralelos; como se, por exemplo, Israel tivesse "aceito" no Egito o sangue da Páscoa, mas continuasse vivendo em cativeiro, ou o filho pródigo "aceitasse" o perdão do pai e continuasse entre os porcos no país distante. Não fica claro que se aceitar Cristo deve significar algo? É preciso que haja uma ação moral em harmonia com essa atitude!

Ao permitir que a expressão "Aceite Cristo" represente um esforço sincero para dizer em poucas palavras o que não poderia ser dito tão bem de outra forma, vejamos então o que queremos ou devemos indicar ao fazer uso dessa frase.

"Aceitar Cristo" é dar ensejo a uma ligeira ligação com a Pessoa de nosso Senhor Jesus, absolutamente única na experiência humana. Essa ligação é intelectual, volitiva e emocional. O crente acha-se intelectualmente convencido de que Jesus é tanto Senhor como Cristo; ele decidiu segui-lo a qualquer custo e seu coração logo está gozando da singular doçura de Sua companhia.

Esta ligação é total, no sentido de que aceita alegremente Cristo por tudo que Ele é.

Não existe qualquer divisão covarde de posições, reconhecendo-o como Salvador hoje, e aguardando até amanhã para decidir quanto à Sua soberania.

O verdadeiro crente confessa Cristo como o seu Tudo em todos sem reservas. Ele inclui tudo de si mesmo, sem que qualquer parte de seu ser fique insensível diante da transação revolucionária.

Além disso, sua ligação com Cristo é toda-exclusiva. O Senhor torna-se para ele a atração única e exclusiva para sempre, e não apenas um entre vários interesses rivais. Ele segue a órbita de Cristo como a Terra a do Sol, mantido em servidão pelo magnetismo do Seu afeto, extraindo dEle toda a sua vida, luz e calor. Nesta feliz condição são-lhe concedidos novos interesses, mas todos eles determinados pela sua relação com o Senhor.

O fato de aceitarmos Cristo desta maneira todo-inclusiva e todo-exclusiva é um imperativo divino. A fé salta para Deus neste ponto mediante a Pessoa e a obra de Cristo, mas jamais separa a obra da Pessoa. Ele crê no Senhor Jesus Cristo, o Cristo abrangente, sem modificação ou reserva, e recebe e goza assim tudo o que Ele fez na Sua obra de redenção, tudo o que está fazendo agora no céu a favor dos seus, e tudo o que opera neles e através deles.

Aceitar Cristo é conhecer o significado das palavras: "pois, segundo ele é, nós somos neste mundo" (1 João 4:17). Nós aceitamos os amigos dEle como nossos, Seus inimigos como inimigos nossos, Sua cruz como a nossa cruz, Sua vida como a nossa vida e Seu futuro como o nosso.

Se é isto que queremos dizer quando aconselhamos alguém a aceitar a Cristo, será melhor explicar isso a ele, pois é possível que se envolva em profundas dificuldades espirituais caso não explanarmos o assunto.

http://www.palavraprudente.com.br/estudos/aw_tozer/miscelania/cap01.html

Autor: A. W. Tozer
Fonte: www.PalavraPrudente.com.br

INCHAÇO ECLESIÁSTICO

16/12/2009

Olá a todos que acessam o blog Casanarocha. Nem sempre as estatísticas estão certas. Principalmente quando se trata de coisas espirituais aí é que elas não podem ter certeza nenhuma. Quanto ao número de evangélicos PROFESSOS com certeza pode crescer a tal ponto, mas a metade do país ser crente realmente, de verdade, é impossível. A Bíblia mostra claramente que os crentes verdadeiros nunca foram maioria nem meio a meio. sempre foram perseguidos, excluídos, uma minoria que permanecia fiel a Deus e a Palavra enquanto a grande maioria de RELIGIOSOS aderiam ao erro, à apostasia.  Os fiéis são os remanescentes, os 7.000 que não se dobraram diante da idolatria. Se eu viver até lá, ou se Jesus não voltar antes, com certeza estarei vendo muita gente enganada e enganando, mas CONVERTIDO mesmo, uma pequeníssima minoria, o pequeno rebanho. A igreja jó cresceu quando abraçou o mundo, o mundanismo, quando se tornou OFICIAL. Em 2020, estaremos vendo somente uma grande PASSEATA PARA JESUS de milhões de infiéis a Deus e a Palavra. Esse é o quadro que a Bíblia nos mostra para daqui a 11 anos. Não pense que meio Brasil evangélico as coisas vão melhorar, aliás, vão piorar e muito, pelo que a gente vê nessas ditas igrejas evangélicas, nesses ditos pastores e evangélicos, não posso pensar em boa influência para a sociedade. Lembro que fui almoçar fora um dia e peguei um saleiro onde o sal não tinha mais gosto. Aquilo marcou, nunca tinha provado SAL SEM GOSTO! Assim é a igreja de hoje e a de 11 anos à frente vai ser pior. Mas Deus tem seus eleitos que não se dobrarão a Baal.Não devemos nos enganar em pensar que o Brasil está se convertendo, pois na realidade o evangelho é que está se derretendo, se diluindo. É triste ver tanta gente achando que está havendo um avivamento no Brasil. Na realidade está havendo um inchamento, fermentação, mas não crescimento bíblico. O avivamento bíblico sempre é um profundo senso de humilhação perante Deus, de arrependimento, de abandono de pecados e de volta aos princípios e mandamentos bíblicos. O que se vê no Brasil de hoje e do futuro é cada vez mais heresia. Isso é inchaço eclesiástico e não crescimento bíblico! A Bíblia nos mostra que a igreja sempre vai caminhar pelo lugar estreito, vai entrar pela porta estreita. Os que amam o mundo é que andam pelo caminho largo que conduz a perdição. Nesse caminho vão estar essa grande maioria que pensam ser evangélicos. Infelizmente esses estão andando para a perdição. devemos lutar pela fé evangélica e pregar o autêntico evangelho, que com certeza, não vai encher mega templos, pois não é agradável aos homens.

pastor victor
Grato a Deus por tudo sempre!

Mais Comentados

Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo. Jo.1:17
Sua visita ao blog casanarocha é motivo de grande alegria. Que Deus abençoe ricamente.