Profetiza, e dize aos pastores: Assim diz o Senhor DEUS: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não devem os pastores apascentar as ovelhas? Ez.34:2. Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto, diz o SENHOR.

25 de jul de 2009

PODE UM HOMEM DIVORCIADO SER PASTOR

PODE UM HOMEM DIVORCIADO SER PASTOR?
Não! 10 motivos o impedem!


1. Ele não é exemplo dos fiéis.
Em 1 Tm 4:12, Paulo exorta ao pastor Timóteo para que seja "...o exemplo dos fiéis..." O homem que está no segundo, e em até alguns casos, terceiro ou mais casamentos, não pode ser exemplo dos fiéis, por não ser esta a vontade de Deus para o seu povo: Ele odeia o divórcio (Mal 2:16). Os jovens de tal igreja estariam automaticamente, levantando a possibilidade de o seus futuros casamentos, se não derem certo "como o do pastor", o divórcio seria uma opção e ainda Deus os estaria ainda abençoando após algumas "tribulações..." Desastroso exemplo seria também para os que entrarão ou já estão no ministério pastoral. O cristianismo verdadeiro não segue o lema de "faça o que eu digo mas não faça o que eu faço". Paulo disse "sede meus imitadores como eu sou de Cristo"( 1Cor 3:15). O ministério pastoral não é para qualquer um, mas para os que tem condições morais de dar exemplo ( Heb. 13:7).

2. Ele não é irrepreensível.
Em 1 Tm 3:2 temos as qualificações para o pastor: " Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível..." A palavra traduzida por irrepreensível usada no texto acima é no grego "anepleptos". Ela aparece 3 vezes no Novo Testamento, a saber: 1 Tim 3:2, 5:7 e 6:14. O significado é sempre o de alguém de quem não se pode falar nada contra, sem mancha, sem culpa inacusável. Independente ser ou não o causador do divórcio ( se é que existe tal condição ), o homem que passou por esta experiência não se encaixa nas exigências bíblicas e será usado pelo Diabo para escandalizar e envergonhar o evangelho. Existe "pastor" que se casou em rebeldia contra os conselhos dos pais, de amigos e até de seus pastores atraindo as maldições do Senhor. Tal flagrante violação da vontade de Deus, tornou tal crente o único responsável pela falência do seu próprio casamento, desqualificando-o de uma vez por todas, para o exercício do pastorado.

3. Ele não é marido de uma mulher.
"Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher... " (1Tim 3:2). A expressão "marido de uma mulher" significa muito mais do que o leitor superficial possa imaginar. O ensino é que a mulher com quem o bispo é casado, é a sua primeira e única! Não tem nada a ver com a condenação de relacionamentos simultâneos, o que seria adultério. A condenação da poligamia seria um absurdo tão redundante e flagrante que Paulo não precisaria se referir para uma pessoa especial como o bispo. O que está em jogo é a conduta ilibada e irrepreensível do pastor no seu relacionamento singular com a sua primeira esposa. Veja o verso afim em 1 Tim 5:9. "...e só a que tenha sido mulher de um só marido." É óbvio que a viúva a que Paulo se refere, só poderia receber auxílio da igreja se tivesse vivido com um só homem. Por estar ele morto não haveria outro. Esta é a mesma construção gramatical que se refere a situação do pastor, apenas invertendo-se os substantivos. Nem o viúvo que casou novamente escapa da qualificação bíblica. A ênfase em 1 Tim 3:1 sobre a vida conjugal do pastor é tão flagrante, que a mesma palavra que é usada para expressar a unicidade da mulher da sua vida, é usada também em todas as vezes no Novo Testamento para expressar que marido e mulher se tornam uma só carne. O homem que se divorcia e se casa com outra mulher não reverte o se tornar uma só carne com a primeira, portanto ele não é mais marido de uma só mulher nem na singularidade nem na ordem numeral e nem mesmo se voltasse para a primeira!

4. Ele não tem autoridade para exortar nem aconselhar.
Certo pastor, que estava no segundo casamento, teve a audácia de, ao pregar numa determinada igreja, mencionar a sua indignação ao se deparar com colegas que estavam no segundo casamento...Tal falta de honestidade e coerência nos faz lembrar a advertência do Mestre que disse "Ou como dirás ao teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho; estando uma trave no teu" ( Mat 7:5 ). O divorciado não pode pregar numa igreja como pastor, muito menos aconselhar os casais crentes sobre família, porque a sua não é mais exemplo. Se tentar aconselhar estará sendo hipócrita, se não aconselhar estará sendo omisso com o ministério mutilado. Não tem jeito, o cristianismo não funciona segundo palavras vazias, mas com exemplo de vida. Mesmo que o homem não tenha se casado novamente, a situação de separação da primeira esposa já o desqualifica para o pastorado.

5. Ele contradiz a própria palavra que prega por exercer, em rebeldia, uma posição para a qual Deus não o permitiu nem o chamou.
Quando o pastor sobe ao púlpito para pregar, ele não pode expressar as suas opiniões. Ele tem que entregar uma mensagem que não é a sua. Ele tem que pregar a Palavra de Deus em obediência a Cristo. Se o pregador está em rebeldia no seu viver, ele está desqualificado para pregar. Suas palavras são vazias e sem unção. Não importa o que a igreja pense, o tamanho da congregação, ou quantas conversões acontecem: o seu líder nessas condições está sem a bênção do Senhor, não importando os "sinais externos": os resultados não autenticam a fonte (1Cor 3:13-15).

6. Ele seria um desastre espiritual a médio e longo prazo para a igreja imatura que o aceitar.
Não se pode colocar o pecado em compartimentos. Quando ele entra na igreja sob a forma de omissão e rebeldia contra a palavra de Deus, qual fermento se espalha para vários outros setores. Com o pecado não se brinca. A tendência do homem é o pecado, principalmente na área de família e sexo. Na igreja isto também se verifica. Se a liderança não tem os padrões de Deus, a degeneração dos crentes é certa. Os líderes cristãos não podem ser egoístas, buscando seus interesses a curto prazo nem status de liderança para encobrir pecados pessoais. Se os padrões são decadentes, pode esperar que os crentes que se desenvolveram dentro do ambiente de tolerância com o pecado serão cada vez mais decadentes, frios e finalmente apóstatas. Veja as advertências do Senhor às 7 igrejas do Apocalipse. A igreja local muito menos ordem de pastores não têm autoridade para aceitar um pastor divorciado. Eles estariam em rebeldia contra a palavra de Deus, independente do número de votos que homologou a aceitação. Os crentes sérios que porventura pertençam a tal igreja deveriam imediatamente se retirar dela, recusando submeter-se a um líder desqualificado e não aprovado por Deus. O voto da maioria nesse caso não opera a vontade de Deus (Ex.23:2).

7. Ele desonra o gesto nobre de ex-pastores que abandonaram o ministério por fracassarem no casamento.
Há diversos casos de pastores que, apesar de terem o chamado de Deus para o ministério, tiveram a dignidade e a nobreza de abandoná-lo após se desqualificarem devido ao divórcio, separação ou conduta. Quando alguém insiste em permanecer no ministério nessas condições está desonrando a Deus e a esses homens dignos que entenderam que não era mais a vontade de Deus a sua liderança sobre o Seu povo. Quando alguém assim permanece no ministério, na verdade está se julgando muito importante e indispensável para o trabalho de Deus (Luc. 17:10).

8. Ele destruiu o modelo de compromisso eterno e indissolúvel entre Cristo e a igreja.
O relacionamento eterno entre Cristo e os salvos, é comparado com o do marido e esposa cujo compromisso não é para ser quebrado (Ef. 5:22-33).

9. Ele não pode celebrar nenhum casamento.
Até que a morte os separe (Rom. 7:2-4, 1Cor 7:39) ? Como pode um pastor proferir os votos conjugais para um casal de noivos , se ele mesmo não cumpriu na sua vida?

10. Ele está contribuindo para a degeneração dos padrões familiares das gerações seguintes.
Se pastores, tendo suas famílias dentro dos padrões bíblicos, já sofrem com a desintegração de várias famílias da membrezia, imagine se do púlpito vem o péssimo exemplo do fracasso conjugal. Nesse caso os fundamentos da família estão abalados para as gerações seguintes (Sal. 11:3).

Conclusão
O divórcio é uma ameaça para a família cristã. As sua conseqüências são devastadoras para a família. Por esse motivo "...o Senhor Deus de Israel diz que aborrece o repúdio..." (Mal 2:16). O homem que foi chamado para anunciar a palavra de Deus como pastor não pode ser divorciado, muito menos casado pela segunda vez. Se alguém está nessa triste situação deve ter a humildade suficiente de abandonar o ministério urgentemente para não causar mais prejuízos ao testemunho do evangelho e procurar exercer os seus dons fora da liderança da igreja, pois o seu chamado acabou tão logo tenha ocorrido a desqualificação. Para os crentes que desfrutam a bênção de ter o seu casamento dentro da vontade de Deus, fica o alerta para, humildemente, reconhecer a graça do Senhor (1Cor. 10:12) e buscar em fervente oração, forças e discernimento para combater as armadilhas do maligno para a destruição da família.

21 de jul de 2009

IGREJAS EM SITUAÇÃO IRREGULAR???


Evangélicos do DF comemoram regularização de terrenos de igrejas
BRASÍLIA [ ABN NEWS ] - Mais de 900 igrejas evangélicas serão beneficiadas com a lei que atende 1.191 instituições em todo Distrito Federal. Fiéis celebram conquista com show gospel no ginásio Nilson Nelson
Milhares de evangélicos aproveitaram este domingo (12) para celebrar a lei que regulariza terrenos ocupados por igrejas e entidades de assistência social no Distrito Federal. A medida atende 1.191 instituições no DF – sendo mais de 900 igrejas evangélicas. A Celebração da Vitória foi realizada no ginásio Nilson Nelson e contou com a participação de pastores, bispos e membros do Governo do Distrito Federal.
Durante o evento, o governador José Roberto Arruda entregou dez certificados de regularização para igrejas. Os documentos das demais entidades serão entregues pelo Conselho dos Pastores. “Foram muitos anos de igrejas irregulares e pastores temendo por seus templos. Porém, depois de idas e vindas, chegamos a este momento. Isto está dentro do conceito de trazer toda cidade para legalidade”, afirmou Arruda.

De acordo com a lei, as áreas da Terracap passarão por licitação pública. A igreja, templo ou entidade ocupante do terreno terá assegurado o direito de preferência na compra. Os preços de venda serão calculados com base em valores de terra nua em dezembro de 2006 e os compradores poderão parcelar em até 240 meses.

O governador também assinou um decreto que deverá assegurar a realização de cultos em hospitais e presídios. Segundo Arruda, muitos religiosos são impedidos de entrarem nestes locais para fazerem orações. “A ideia é fazer um pré-cadastro para facilitar o trabalho destas pessoas. Tudo, é claro, respeitando todas as normas de segurança existentes”, explicou Arruda.

"PERAÍ", "DEIXA EU" VER SE ENTENDI! IGREJAS EM SITUAÇÃO IRREGULAR? POR QUÊ? PELO QUE EU SAIBA, UMA IGREJA "CRENTES" DEVE ZELAR PELA SUA SITUAÇÃO PERANTE OS HOMENS, PERANTE A LEI, E PRINCIPALMENTE PERANTE DEUS. NO ENTANTO, O QUE VEMOS É IGREJA CONSTRUINDO DE FORMA IRREGULAR, INVADINDO TERRENO, ÁREAS VERDES, RUAS E LOCAIS ONDE NÃO É PERMITIDA A CONSTRUÇÃO DE TEMPLO RELIGIOSO, ETC. O QUE ESSES PASTORES QUEREM? ACHAM NORMAL ESSA PRÁTICA? "TÁ" VENDO AQUELE TERRENO BALDIO, NÃO TEM DONO, VAMOS INVADIR QUE DEPOIS A GENTE LUTA PRA CONSEGUIR LEGALMENTE PARA NÓS! ISSO É UMA PRÁTICA DESONESTA E MUNDANA. A IGREJA DEVE BUSCAR OS RECURSOS, ENTRAR COM TODA A DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA AO CONSTRUIR E PRINCIPALMENTE, TOMAR TODOS OS CUIDADOS NA COMPRA, JUNTO AOS ÓRGÃOS RESPONSÁVEIS. PRIMEIRO INVADE, DEPOIS FAZ CULTO PARA AGRADECER A DEUS, "TÁ" CERTO, ENTENDI! essa aí foi demolida por pertubação da ordem pública e construção sem projeto. http://conexaotocantins.com.br/noticia/prefeitura-faz-demolicao-de-igreja-e-notifica-obras-irregulares/6217

pastor victor

16 de jul de 2009

O NAVIO DO DESERTO


Conheça o Camelo
Se alguma vez você duvidou da existência de Deus, conheça um projeto extremamente técnico e de construção complexa: o camelo dromedário.
Quando estou com fome, como qualquer coisa que encontro — uma correia de couro, um pedaço de corda, o tenda do meu dono, ou até um par de sapatos.
Minha boca é extremamente grossa por dentro e nem mesmo um pedaço de cacto chega a incomodar. Mas o que eu gosto mesmo é de comer grama e outras plantas que crescem no deserto na Arábia.
Sou um camelo, um dromedário, mais exatamente. Vivo nos desertos do Oriente Médio. Meu nome científico é Camelus dromedarius, de modo que você pode me chamar de uma forma ou de outra, que não me incomodo. Tenho um primo chamado Camelus bactrianus e muitas pessoas nos confundem. Eu só tenho uma corcova. Meu primo é que tem duas.
Minha corcova, que chega a pesar 36 kg, contém gordura, o combustível para meu organismo, e não água, como algumas pessoas imaginam. Meu Poderoso Criador mê deu essa corcova, pois sabia que nem sempre eu conseguiria encontrar vegetação para comer ao atravessar os desertos. Quando não encontro nada para comer, meu organismo automaticamente consome a gordura que está armazenada na corcova, alimenta meu corpo e eu continuo forte e posso caminhar. A corcova é meu suprimento de energia de emergência.
Se eu não conseguir encontrar nada para comer, meu corpo vai consumindo a gordura que está na corcova, até que ela fica murcha e começa a cair para um dos lados do meu corpo. No entanto, assim que chego a um oásis e começo a comer novamente, rapidamente a corcova volta à forma normal.
Sou famoso porque consigo beber quase cem litros de água em apenas dez minutos. Meu Projetista me criou de uma forma tão fantástica que em questão de minutos toda a água que bebo chega aos bilhões de células microscópicas que formam meu corpo.
Logicamente, a água que bebo vai primeiro para meu estômago. Ali, os vasos sanguíneos sedentos absorvem e transportam rapidamente essa água para todo meu corpo. Alguns cientistas fizeram uma verificação no meu estômago dez minutos após eu beber setenta litros de água e constataram que estava totalmente vazio.
Em um dia inteiro de caminhada, consigo carregar uma carga de 180 kg por quase 150 km, atravessando um deserto seco, sem parar um minuto para beber ou comer coisa alguma. Na verdade, consigo ficar até oito dias inteiros sem beber água, mas então fico realmente esgotado. Perco mais de 100 kg e fico magérrimo, no osso e na pele. Mesmo assim, ainda me aguento em pé! Emagreço porque bilhões de células no meu corpo perdem água e ficam sem gordura.
Normalmente, meu sangue contém 94% de água, exatamente como o seu. No entanto, quando não encontro água para beber, o calor do sol gradualmente me faz perder um pouco da água do meu sangue. Os cientistas descobriram que meu sangue pode perder até 40% da água e, mesmo assim, continuo saudável. Somente para você ter uma idéia, se um ser humano perder 5% da água no sangue, a visão fica comprometida; se a perda for de 10%, a pessoa enlouquece; com 12%, o sangue fica tão espesso que o coração não consegue bombeá-lo mais e pára. Você morre.
No entanto, isso não acontece comigo. Por quê? Os cientistas dizem que meu sangue é diferente. Meus glóbulos vermelhos são alongados, e não arredondados, como no ser humano. Talvez seja isso que faça a diferença.
Isso prova que fui projetado especificamente para o deserto, ou o deserto foi criado para mim. Alguma vez você já ouviu falar que pode existir um projeto sem que exista o projetista?
Quando encontro água, bebo sem parar por quase dez minutos e meu corpo magro começa a mudar quase imediatamente. Perco a magreza e recupero os 100 kg que perdi.
Embora eu perca muita água no deserto, meu corpo a conserva da melhor maneira possível. Quando meu inteligente Engenheiro me projetou, ele me deu um nariz que poupa água. Quando expiro, meu nariz retém toda a umidade do ar que sai dos meus pulmões e absorve essa água nas membranas nasais.
Os vasos sanguíneos nessas membranas absorvem a umidade e devolve essa água para o sangue. É uma espécie de sistema de reprocessamento, como se diz na engenharia. Muito interessante, não acha? Ele só funciona porque meu nariz tem uma temperatura inferior a do corpo. Meu nariz transforma a umidade do ar que sai dos meus pulmões em água novamente. Mas, como meu nariz é mais frio? Respiro o ar quente e seco do deserto e ele passa pelos meus orifícios nasais umedecidos. Isso produz um efeito de resfriamento e a temperatura no interior do meu nariz fica vários graus abaixo da temperatura do resto do corpo.
Gosto de percorrer as belas dunas de areia. Na verdade, acho o trabalho fácil, pois meu Criador me deu pés especialmente projetados para caminhar no deserto. Minhas patas são bem largas e ficam ainda mais largas quando eu piso.
Cada um dos meus pés tem dois longos dedos revestidos de um couro bem grosso. Minhas solas são almofadadas. Elas não permitem que eu afunde na areia macia. Isso é bom, pois freqüentemente meu dono quer que eu o carregue por mais de 150 km, atravessando o deserto em apenas um dia. (Caminho em um ritmo de aproximadamente 15 km/h).
Algumas vezes, uma grande tempestade de areia acontece no deserto e ergue muita poeira no ar. Meu Projetista colocou músculos especiais nas entradas das minhas narinas, que fecham as aberturas nasais, mantendo a areia fora do meu nariz, mas ainda permitindo a passagem do ar para os pulmões.
Minhas pálpebras descem sobre meus olhos como telas, protegendo-me da areia e do sol, mas ainda permitindo que eu veja claramente. Se um grão de areia conseguir passar e entrar no meu olho, o Criador previu isso também, e me deu um colírio interno que automaticamente remove a areia dos meus olhos.
Algumas pessoas acham que sou orgulhoso só porque sempre ando com minha cabeça bem erguida e meu nariz empinado, mas isso é por causa da forma como fui criado. Minhas pestanas são tão espessas e grandes que preciso manter minha cabeça bem erguida para conseguir ver de cima para baixo. Estou contente com elas, pois protegem meus olhos da luz excessiva do sol.
Os povos do deserto dependem de mim para muitas coisas. Não apenas sou a melhor forma de transporte para eles, mas também sirvo como fonte de alimento. A dona Camelo produz leite muito rico em gordura que as pessoas usam para produzir manteiga e queijo. Eu troco minha pelugem uma vez por ano e ela pode ser usada para produzir tecido e roupas. Alguns camelos jovens também são usados para a produção de carne, mas não gosto de falar sobre esse assunto.
Por muito tempo, os camelos foram chamados de "navios do deserto" por causa do modo como balançamos de um lado para outro quando caminhamos. Algumas pessoas que montam sentem enjôos quando não estão acostumadas.
Balanço de um lado para outro ao caminhar por causa da forma como minhas pernas funcionam. Ambas as pernas de um lado se movem para frente ao mesmo tempo, elevando aquele lado. Meu movimento "esquerdo, direito, esquerdo, direito" dá à pessoa que está montada a impressão que está em uma cadeira de balanço mas que se move nas laterais.
Quando eu tinha seis meses de idade, uma joelheira especial começou a crescer nas minhas pernas dianteiras. O Criador sabia que eu precisaria delas. Elas me ajudam a levantar meu corpo de 450 kg do chão. Se eu não as tivesse, rapidamente meus joelhos ficariam feridos ou inflamados e eu teria dificuldade para me abaixar. Talvez até morresse de cansaço.
É difícil para mim compreender por que algumas pessoas dizem que evolui de alguma outra forma para o que sou hoje. Sou um dromedário — uma criatura de constituição muita complexa e técnica. Criaturas como eu não aparecem do nada. Elas são planejadas em uma prancheta por Alguém muito brilhante, de uma mente muito lógica.
João 1:1 diz: "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus." O Verbo aqui significa "o Ser lógico e inteligente".
O verso 3 diz: "Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez."
Quem era o Verbo? Veja o verso 14: "E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória do unigênito do Pai."
Quem se fez carne? O Senhor Jesus Cristo, o Verbo que criou todas as coisas, inclusive o camelo dromedário.

Autor: Bob Devine
Artigo encontrado no site Saints Alive in Jesus.
Data da publicação: 21/10/2000

7 de jul de 2009

IGREJA HOMOSSEXUAL NA ESPANHA


Espanhóis criam a primeira igreja evangélica gay do paísAnelise Infante
De Madri para a BBC Brasil

A igreja do grupo homossexual espanhol pretende até casar ateus
Um grupo de cerca de cem homossexuais espanhóis anunciou a criação da primeira comunidade religiosa para gays, lésbicas, bissexuais e transexuais – a Primeira Igreja Protestante Inclusiva.
O grupo se define como “uma organização evangélica que não pretende discriminar ninguém por opção sexual ou credo” e pretende formar pastores, oferecer cultos e casar homossexuais, inclusive ateus.
Os criadores da igreja afirmaram que já têm preparados os estatutos da nova instituição e pedirão, ainda esta semana, a inscrição na Direção Geral de Assuntos Religiosos do Ministério da Justiça da Espanha.

“Seremos a mais democrática das igrejas. Não é um projeto mediático, mas necessário, porque 99% das igrejas evangélicas espanholas nos impedem de receber os sacramentos e muitas delas nem nos deixam entrar”, afirmou à BBC Brasil o porta-voz do grupo, Andrés de la Portilla.
Reuniões secretas
“Além disso, essa nova instituição ajudaria a acabar com muitas mentiras e hipocrisias, principalmente dentro de ambientes religiosos”, completou.
Segundo o porta-voz, o Grupo Gay Evangélico existe há 20 anos, mas ainda há muitas ameaças e represálias “tanto de setores eclesiásticos como laicos”.
Por isso as reuniões sempre são secretas, e o endereço definitivo da nova igreja só será anunciado quando as medidas legais e de segurança estiverem garantidas.
O que está confirmado é que a igreja ficará sediada na cidade valenciana de Sagunto, no litoral mediterrâneo, por sua localização estratégica, próxima a lugares frequentados abertamente por gays como Ibiza e Barcelona.

INFELIZMENTE DAQUI A ALGUNS DIAS ESTAREMOS PASSANDO EM FRENTE DE IGREJAS E NÃO VAMOS MAIS DIZER "'TÁ VENDO AQUELA IGREJA, ELA É PENTECOSTAL". VAMOS DIZER "'TÁ VENDO AQUELA IGREJA, ELA É DE GAY!". ISSO MESMO UMA EM CADA ESQUINA ASSIM COMO AS PENTECOSTAIS. MAS VAMOS CONTINUAR DIZENDO A PLENOS PULMÕES: HOMOSSEXUALISMO É PECADO!

SEMELHANTEMENTE, OS HOMENS TAMBÉM, DEIXANDO O CONTATO NATURAL DA MULHER, SE INFLAMARAM MUTUAMENTE EM SUA SENSUALIDADE, COMETENDO TORPEZA, HOMENS COM HOMENS, E RECEBENDO, EM SI MESMOS, A MERECIDA PUNIÇÃO DO SEU ERRO. ROMANOS 1:27

3 de jul de 2009

FEIRA GOSPEL



Agora é moda o business gospel! São óticas, lojas, feiras, etc. Pouco tempo atrás, já existiam as escolas evangélicas - tudo bem, desde que paguem direito os professores, cumpram com suas obrigações trabalhistas, etc - Todo esse investimento não tem outro objetivo a não ser o financeiro. Gerar receita! Tudo o que lemos na matéria (link acima) não tem resultado nenhum, as pessoas não vão ficar mais "evangélicas", não vão ler mais a Bíblia, não vão frequentar mais as igrejas, por causa dessa moda gospel. Ainda mais unindo todas as denominações recheadas de erros teológicos é que o negócio não vai para frente, espiritualmente falando. Porque materialmente, vai sim, e não é isso que querem os promotores do evento?

Mais Comentados

Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo. Jo.1:17
Sua visita ao blog casanarocha é motivo de grande alegria. Que Deus abençoe ricamente.